PROCESSOS EDUCACIONAIS EM TEMPOS DE PANDEMIA E SEUS DESDOBRAMENTOS: REFLEXÕES SOBRE O POTENCIAL DA PESQUISA-TRANS-FORMAÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/rles.v28i56.4775

Palavras-chave:

Formação de professores, Psicologia sócio-histórica, Pesquisa-Trans-Formação, pandemia

Resumo

O presente artigo tem a intencionalidade de discutir a perspectiva da Pesquisa-Trans-Formação, modalidade de pesquisa que vem sendo desenvolvida por um grupo pertencente ao Programa de pós-graduação em Educação: Psicologia da Educação, o Grupo Atividade Docente e Subjetividade (GADS). Esta modalidade traz em sua significação histórica um chamamento para o agir revolucionário, tensionando a atuação crítica e transformadora que pode ser excitada na realidade pesquisada. Este artigo versa sobre um recorte analítico acerca dos encontros formativos realizados junto a uma média de quinze professores de escolas públicas da cidade de São Paulo, que se propuseram a discutir os desafios dos processos de ensino-aprendizagem durante a pandemia. O objetivo desta pesquisa foi a apreensão da dimensão subjetiva dos processos educacionais em tempos de pandemia e os seus desdobramentos. A intenção de desenvolver pesquisas e formações, decisivamente nesta perspectiva crítica marxista da qual tratamos aqui, pode ser percebida no movimento práxico científico desta modalidade de pesquisa - que tem como pedra angular a crítica, a necessidade de apreensão da realidade social para além de sua aparência, que considere o movimento histórico da realidade, que mantenha a coerência teórico-metodológica na concepção dialética das interrelações teoria-prática-método-técnica-síntese, tudo isso rigorosa e explicitamente assumido desde a escolha do objeto, do objetivo, dos procedimentos e formas de análise e de interpretação. Nesse caminho orientado pela dialética pesquisar-formar-transformar, tendo por base as contribuições de Karl Marx, Lev Vigotski e Paulo Freire, refletimos neste artigo sobre o potencial do desenvolvimento de formações realizadas sob a modalidade da Pesquisa-Trans-Formação, mostrando a relevância dos processos da pesquisa na criação de importantes mediações na formação de consciência crítica e desvelamento de condições de alienação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana de Oliveira Rocha Magalhães, Universidade de Taubaté

Pós-doutoranda (bolsista Projeto CAPES Edital Nº12/2021 -Pandemia da COVID-19 e seus impactos na educação básica no Brasil: diagnóstico e proposições interventivas na escola) e Doutora pelo Programa de Pós-graduação em Educação: Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professora no Mestrado Profissional em Educação na Universidade de Taubaté (UNITAU), Taubaté, São Paulo, Brasil.

Wanda Maria Junqueira de Aguiar, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Mestre e Doutora pelo Programa de Psicologia Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professora titular no Programa de Pós-graduação em Educação: Psicologia da Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, Brasil. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Atividade Docente e Subjetividade  PUC-SP e do Projeto  CAPES (2022-2026) – Edital Nº12/2021 -Pandemia da Covid-19 e seus impactos na educação básica no Brasil: diagnóstico e proposições interventivas na escola,  membro da equipe de Psicologia Sócio- Histórica PUC-SP.

Referências

BOCK, Ana. M. B.; FURTADO, Odair. Dimensão subjetiva: uma categoria potente em vários campos da Psicologia. In: BOCK, Ana. M. B.; GONÇALVES, Maria da Graça M.; ROSA, Elisa Z. (Orgs.) Dimensão subjetiva: uma proposta para uma leitura crítica em psicologia. São Paulo, Cortez, 2020.

BOCK, Ana. M. B.; AGUIAR, Wanda. M. J. A dimensão subjetiva: um recurso teórico para a Psicologia da Educação. In: AGUIAR, W. M. J; BOCK, A. M. B.(Orgs.) A dimensão subjetiva do processo educacional. São Paulo, Cortez, 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, PAZ E TERRA, 1996/2000.

FREIRE, Paulo. Educação: o sonho possível. In: BRANDÃO, Carlos. R. (Org.) O Educador vida e morte. Rio de Janeiro, Graal, 1988.

LUXEMBURGO, Rosa. Reforma, revisionismo e oportunismo. Rio de Janeiro, Laemmert, 1970.

MAGALHÃES, Luciana O. R.; AGUIAR, Wanda M. J. Desafios impostos pela pandemia à saúde docente. In: BUSSOLOTTI, Juliana M.; CALIL, Ana Maria G. C.; SOUZA, Carmem Lúcia C. (Orgs.). Práticas educativas na pandemia: relato de experiências de alunos-professores do MPE. Taubaté, EdUnitau, 2021.

MAGALHÃES, Luciana de O. R. A Dimensão Subjetiva dos processos de inclusão escolar no movimento da Pesquisa-Trans-Formação. Tese (Doutorado em Educação: Psicologia da Educação). São Paulo, PUCSP, 2021.

MARX, Karl. O dezoito de Brumário de Luís Bonaparte. São Paulo, Boitempo, 1848-1852/ 2011.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo, Livraria Editora Ciências Humanas, 1845/1979.

MELO, André; BRAGA, Lisandro; VIANA, Nildo. Trabalho e Mais-Violência: Do desequilíbrio psíquico às doenças psicossomáticas. Crítica Desapiedada. 11/fev./2021. Disponível em: < https://criticadesapiedada.com.br/2021/02/11/trabalho-e-maisviolencia-do-desequilibrio-psiquico-as-doencas-psicossomaticas > Acesso em 08/10/2021.

MÉSZÁROS, István. Poder da ideologia. São Paulo, Boitempo, 2010.

NÓVOA, Antonio. Formação de professores e profissão docente. In. NÓVOA, A. (Org.) Os professores e a sua formação. Portugal, Publicações Dom Quixote, 1995.

VIGOTSKI, Lev S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo, Martins Fontes, 1934/2001.

VIGOTSKI, Lev S. Problemas de método. In: A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo, Martins Fontes, 1929/2010. cap. 5.

WEBER, L. N. D. et al. (2015). O estresse no trabalho do professor. Imagens da Educação, v. 5, n. 3, pp. 40-52.

Downloads

Publicado

2024-01-15

Como Citar

de Oliveira Rocha Magalhães, L., & Junqueira de Aguiar, W. M. . (2024). PROCESSOS EDUCACIONAIS EM TEMPOS DE PANDEMIA E SEUS DESDOBRAMENTOS: REFLEXÕES SOBRE O POTENCIAL DA PESQUISA-TRANS-FORMAÇÃO. Linguagens, Educação E Sociedade, 28(56), 1 - 19. https://doi.org/10.26694/rles.v28i56.4775

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)