FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES QUE ATUAM NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ANÁLISE SOBRE A PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM PERIÓDICOS CAPES.

Autores

Palavras-chave:

Educação inclusiva. Formação Continuada. Professor.

Resumo

Neste estudo, partimos da ideia de que o professor precisa de atualizações teóricas e práticas para exercer sua profissão e atender às exigências próprias do mundo do conhecimento, que é dinâmico e requer mecanismos que caracterizem as ações docentes com perspectivas de despertar, em todos os alunos, o desejo pela aprendizagem. O objetivo é analisar produções científicas sobre formação continuada de docentes da educação inclusiva. Trata-se de pesquisa bibliográfica, de cunho qualitativo, realizada no site da CAPES, nos periódicos com marco temporal de 2010 a 2020, ou seja, nos últimos dez anos. Buscaram-se textos que tivessem como pressuposto a formação continuada de docentes na perspectiva da educação inclusiva. Na análise dos dados, após a seleção e leitura de 16 resumos de artigos escolhidos a partir dos critérios citados, foi necessário separá-los pelo campo de pesquisa. Assim, houve pesquisas desenvolvidas em escolas por meio da aplicação de questionário e as que ocorreram através de entrevista; as que foram efetivadas em grupo de estudo e as concretizadas por meio de cursos de formação continuada. Nos resultados, detectamos que a formação continuada é reconhecida como fundamental para que haja uma prática pedagógica inclusiva compatível com os níveis de exigência e realidades da escola, bem como se evidenciou a necessidade de articulação entre universidade e escola no intuito de promover cursos de atualização para professores que atuam em sala de aula com alunos com deficiência.

Referências

ALVES, Maria Dolores Fortes. Favorecendo a inclusão pelos caminhos do coração: complexidade, pensamento ecossistêmico e transdiciplinaridade. Rio de Janeiro: Wak Ed., 2009.

ARAÚJO, Juliana Oliveira Pessoa; GOMES, Cláudia. O currículo, a ação e a ilegítima inclusão no ensino fundamental: problematizando a realidade das escolas de Alfenas/MG. Revista da Associação Brasileira de Psicopedagogia (online). Vol. 33. Edição 102. Set./Dez. 2016.

ARROYO, Miguel G. Ofício de Mestre: imagens e auto-imagens. 9. Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa/Portugal: Edições 70, LDA. 2010.

BOLIGON, Aline Augusti. Et al. Capacitação profissional dos docentes em relação aos alunos com necessidades especiais. Revista de Gestão e Avaliação Educacional. V. 2. Nº 4. Jul./Dez. Universidade Federal de Santa Maria. P. 33-42. 2013.

BRITO, Antônia Edna. Formar professores: rediscutindo o trabalho e os saberes docentes. IN: MIZUKAMI, Maria das Graças Nicoletti; REALI, Aline Maria de Medeiros Rodrigues. (Orgs.) São Carlos: EdUFSCar, 2006. (p. 295 – 313).

CHAGAS, Maria de Fátima de Lima; DIAS, Francisca Kélia Duarte. Alunos com necessidades educacionais especiais nas escolas regulares de Mossoró-RN. Revista HOLOS – Online. Instituto Federal do Rio Grande do Norte. Ano 30. Vol. 5. 2014.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Tradução de Bruno Magne. Porto Alegre: Artmed, 2000.

CUNHA, Marleide dos Santos. Análises em textos orais e escritos de alunos com cegueira e a educação na escola. In: SOUZA, Rita de Cácia Santos (Org.). Educação inclusiva & deficiência visual. Aracaju: Editora Criação, 2012.

CUNHA, Marleide dos Santos; FERRETE, Anne Alilma Silva Souza. As tecnologias assistivas como facilitadoras do processo de ensino e da aprendizagem do aluno com deficiência visual. XIII Colóquio Internacional “Educação e Contemporaneidade”. Volume 13, p. 1- 16. Set/2019.

DUEK, Viviane Preichardt. Formação Continuada: análise dos recursos e estratégias de ensino para a educação inclusiva sob a ótica docente. Educação em Revista. Vol. 30. Nº 2, Belo Horizonte. Abil/Junho. 2014.

FERNANDES, Carla Helena. Pesquisa e formação profissional continuada: (em) caminhos da educação inclusiva. Revista Educação: Teoria e Prática, Rio Claro, SP. 2014.

GATTI, Bernardete Angelina. A construção da pesquisa em educação no Brasil. Brasília: Líber Livro Editora, 2012.

GIVIGI, Rosana Carla do Nascimento. Et al. A formação do professor inclusivo pela pesquisa-ação crítico-colaborativa. Revista Tempos e Espaços em Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe. Vol. 8, nº 17. Setembro/Dezembro. 2015.

GIVIGI, Rosana Carla do N.; SILVA, Raquel Souza. Formação continuada dos professores em contexto: espaços de diálogos. Revista Educação e Cultura Contemporânea, v. 15, nº 41 (online). Universidade Estácio de Sá. Programa de Pós-Graduação em Educação. 2018.

HAYDT, Regina Célia Cazaux. Curso de didática geral. 1.ed. – São Paulo: Ática, 2011.

HOEFELMANN, Célia Diva Renok. Grupos de Estudo como modalidade de firmação continuada para uma educação inclusiva. Revista Órbita Pedagógica. Vol. 1, ano 2014, nº 1 (Janeiro-Abril). Instituto Superior de Ciências de Educação do Huambo, Angola. 2014.

MALHEIRO, Cícera Aparecida Lima; SCHLUNZEN JÚNIOR, Klaus e SANTOS, Daniele Aparecida Nascimento dos. Programa rede de formação continuada de professores em educação especial na modalidade a distância e a instituição do curso de tecnologia assistiva. Revista Eletrônica Gestão & Saúde. Universidade de Brasília. Dezembro. 2012.

MANTOAN, Maria Tereza Eglér. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer? 2. ed. São Paulo: Moderna, 2006.

MICHELS, Lísia Regina Ferreira. A educação inclusiva na perspectiva dos professores do ensino fundamental. Revista Eletrônica de Extensão. Florianópolis, 2015.

NASCIMENTO, Hiata Anderson; FREITAS, Alex Canal. ARAÚJO, Alexandre Fraga de. Cidadania e inclusão: desafios para a formação docente. Revista Eletrônica de Extensão. Florianópolis, v. 13, nº 24, p. 128 – 137. 2016.

NÓVOA, Antônio. Desafios do trabalho do professor no mundo contemporâneo. Palestra proferida no Parlamento Latino-Americano – Parlatino de São Paulo, em 05.10.2006. Palestra publicada na Revista Simpro-SP, São Paulo. Jan.2007.

NUNES, Célia Maria Fernandes. Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. In: Educação & Sociedade, ano XXII, Nº 74. Abril/2001.

PADILHA, Anna Maria Lunardi; OLIVEIRA, Ivone Martins. Grupos de formação de professores especializados que atuam nos anos iniciais do ensino fundamental. Journal of Research in Special Educational Needs. Vol. 16, number s.1. 2016.

PERRENOUD, Philippe. A prática reflexiva no ofício de professor: profissionalização e razão pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2002.

PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SILVA, Michely Stephany Fernandes da. Et al. As crianças com deficiência na educação infantil: concepções e práticas. Cadernos de Pesquisa: Pensamento Educacional. Curitiba, v. 13, p. 299-315, Jan/Abr. 2018.

SOUZA, Rita de Cácia Santos. Educação especial em Sergipe (Séc. XX): uma trajetória de descaso, lutas, dores e conquistas. Aracaju: Criação, 2013.

SOUZA, Rita de Cácia Santos. Educação Especial em Sergipe do século XIX ao início do século XX: cuidar e educar para civilizar. São Cristóvão: Editora UFS, 2012.

STAINBACK, Susan; STAINBACK, Willian. Inclusão: um guia para educadores. Tradução de Magda França Lopes. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1996.

TANNÚS-VALADÃO, Gabriela. Et. Al. Avaliação e educação especial em São Carlos. Journal of Research in Special Educational Needs. Vol. 16 – number s1. 2016

TAVARES, Lídia Mara Fernandes Lopes; SANTOS, Larissa Medeiros Marinho dos; FREITAS, Maria Nivalda Carvalho. A educação inclusiva: um estudo sobre a formação docente. Revista Brasileira de Educação Especial. Vol. 22, nº 4. Marília (SP). 2016.

ZANELLATO, Daniela. POKER, Rosimar Bortolini. Formação continuada de professores na educação inclusiva: a motivação em questão. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação da Universidade Estadual Paulista (UNESP). 2012. (p. 147-158).

Downloads

Publicado

2022-04-07

Como Citar

dos Santos Cunha, M. ., & Silva Souza Ferrete, A. A. (2022). FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES QUE ATUAM NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA: ANÁLISE SOBRE A PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM PERIÓDICOS CAPES . Linguagens, Educação E Sociedade, (48). Recuperado de https://periodicos.ufpi.br/index.php/lingedusoc/article/view/2452

Edição

Seção

Artigos