MOVIMENTOS SOCIAIS E EDUCAÇÃO POPULAR: UMA ANÁLISE CRÍTICA DOS DISCURSOS DE LÍDERES POLÍTICOS NA WEB

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/rles.v28i56.4455

Palavras-chave:

Movimentos Sociais, Educação Popular, Análise Crítica do Discurso, Web

Resumo

Este artigo teórico/exploratório, originado de uma pesquisa doutoral, financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), vinculado à Rede Latinoamericana de Pesquisa em Educação do Campo, da Cidade & Movimentos Sociais (RedePECC&MS), teve por objetivo analisar, no pensamento social, como o discurso de líderes políticos brasileiros influentes estimulam o “ódio de classes” e o “ódio político”. O recorte temporal foi de janeiro de 2013 a outubro de 2020, período de difusão do marketing político digital por meio de plataformas como Facebook e Twitter. O corpus de análise foi constituído por 11 fragmentos discursivos de líderes de militância intensa, reconhecidos por sua trajetória em defesa dos direitos sociais, referências como representantes do “pensamento progressista”, influenciadores dos Movimentos Sociais e com grande visibilidade nos meios de comunicação. O resultado revelou como estímulos e aspectos semióticos sobre o “ódio de classes” se apresentavam de forma significativa nas falas do então Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e ecoavam por diversos líderes e influenciadores, incorporando-se aos processos de educação informal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nadilson Ribeiro de Siqueira, Universidade do Estado da Bahia

Doutor em Educação e Contemporaneidade (UNEB) e Mestre em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação (GESTEC) pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Membro do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Representações, Educação e Sustentabilidade (GIPRES). Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia. Pesquisador dos Movimentos Sociais, Educação Popular e Representações Sociais. E-mail: nadilsonarquiteto@gmail.com.

Natanael Reis Bomfim, Universidade do Estado da Bahia

Pós-doutor em Educação e Turismo pela Universidade de Paris 1. PhD em Educação pela Universidade do Quebec em Montreal. Professor permanente da Universidade do Estado da Bahia. Líder do Grupo Interdisciplinar em Representações, Educação e Sustentabilidade. Coordenador Executivo da Rede Latino Americana de Pesquisa em Educação do Campo, da Cidade e Movimentos Sociais.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCORPORADORAS IMOBILIÁRIAS, ABRAINC. Disponível em https://www.abrainc.org.br/wp-content/uploads/2018/10/ANEHAB-Estudo-completo.pdf. Acesso em: 04 mai. 2021.

ALMEIDA, Verônica Domingues. SÁ, Maria Roseli Gomes Brito de. A pedagogia freireana: amor e ódio na curva de um tempo. Linguagens, Educação e Sociedade, Ano 25, n. 45, mai./ago. 2020.

ALMEIDA, Frederico de. Do ódio social ao ódio político. GGN, 2015. Disponível em: https://jornalggn.com.br/cidadania/o-odio-generalizado-do-social-ao-politico/. Acesso em: 01 fev. 2023.

ALMOSSAWI, Ali. Um Livro Ilustrado de Mau Argumentos. Tradução de Diogo Lindner. Disponível em: HTTPS://bookofbadarguments.com/pt-br/ acesso em 10 dez 2020.

AZEVEDO, Sergio; PRATES, Antônio. Planejamento Participativo, Movimentos Sociais e

Ação Coletiva. Ciências Sociais Hoje. v. 1. 1991.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.

CARTA DOS 51. “Carta de saída das nossas organizações [MST, MTD, Consulta Popular e Via Campesina] e do projeto estratégico defendido por elas”. 2011. Disponível em: https://passapalavra.info/2011/11/48866/ Acesso em: 21 dez. 2020.

CHARAUDEAU, P. Discurso político. Tradução de Fabiana Komesu e Dilson Ferreira da

Cruz. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2015.

CHAUÍ, Marilena. Conformismo e Resistência – aspectos da cultura popular do Brasil. Editora Brasiliense, São Paulo, 1986.

COPI, Irving M. Introdução à Lógica. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Mestre Jou, 1978.

FAIRCLOUGH, Norman. Análise crítica do discurso como método em pesquisa social científica. Linha d’Água, v. 25, n. 2, p. 307-329, 2012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2236-4242.v25i2p307-329. Acesso em: 5 dez. 2020.

FAIRCLOUGH, Norman. Analysing discourse: textual analysis for social research. New York: Routledge, 2003. Fleury, Sônia. Socialismo e democracia: o lugar do sujeito. In Sônia Fleury & L. V. C. Lobato (Orgs.). Participação, democracia e saúde. (pp. 24-26). Rio de Janeiro: CEBES, Coleção Pensar em Saúde, 2009.

FREIRE, Paulo. Política e Educação. 5ª edição. ed. Cortêz Editora, 2001.

FREIRE, Paulo. Por uma pedagogia da pergunta. 3ª edição. ed. Paz e Terra, 1998.

FREIRE, Paulo. Educação como Prática da Liberdade. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1980.

GALEGO, Esther Solano. O ódio como política: a reinvenção das direitas no Brasil. Esther Solano Galego (Org.). Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4476955/mod_resource/content/1/L.%20Bulgarelli%20Moralidades%2C%20direitas%20e%20direitos%20LGBTI.pdf. Acesso em: 22 jul. 2022.

GRAMSCI, Antonio. Socialismo e Fascismo. In: Escritos Políticos. Volume 2, 1921-1926. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

HABERMAS, Jurgen. Direito e democracia. v. 2. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003

MARTINEZ, Vinício Carrilho. Do ódio de classe ao ódio social. Disponível em: https://www.gentedeopiniao.com.br/colunista/vinicio-carrilho/do-odio-de-classe-ao-odio-social. Acesso em: 22 jul. 2022.

MONTERO, Maritza. No interstício das disciplinaridades: a psicologia política. Ed. Prismas. 1ª Edição. 2015., p.55.

MOSCOVICI, Serge. La psychanalyse, son image et son public. Paris: PUF 1961.

MOSCOVICI, Serge. Préface. In C. Herzlich, Santé et Maladie, pp. 7–12. Paris: Mouton, 1969.

MOSCOVICI, Serge. Psicologia das Minorias Ativas. Editora Vozes, Petrópolis 2010;

ROUQUETTE, Michel-Louis. La communication sociale. Paris, 1996.

STRALEN, Cornelis Johannesvan e SILVEIRA, Aparecida Rosângela. Sujeito e política no debate contemporâneo. Psicologia em Revista. Belo Horizonte, v. 23, n. 3, p. 939-951, dez. 2017.

SOARES, Vieira; PICOLLI, Icaro Roberto Azevedo; CASAGRANDE, Jacir Leonir. Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Bibliométrica, Artigo de Revisão e Ensaio Teórico em Administração e Contabilidade. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 19, n. 2, p. 308-339, 2018.

VAN DIJK, Teun. El analissis crítico del discurso. Anthropos, n. 186, 1999. 23-36.

VIANA, Nildo. Os Movimentos Sociais. Curitiba. Ed. Prismas. 2016.

Downloads

Publicado

2024-01-17

Como Citar

Siqueira, N. R. de, & Reis Bomfim, N. . (2024). MOVIMENTOS SOCIAIS E EDUCAÇÃO POPULAR: UMA ANÁLISE CRÍTICA DOS DISCURSOS DE LÍDERES POLÍTICOS NA WEB. Linguagens, Educação E Sociedade, 28(56), 1 - 26. https://doi.org/10.26694/rles.v28i56.4455