The dispensation of drugs in the primary health care of the Single Health System

Autores

  • Cléa Adas Saliba Garbin Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Fernando Yamamoto Chiba Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Cláudia da Silva Gonçalves Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Renan Akira Fujii de Oliveira Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Artênio José Ísper Garbin Universidade Estadual Paulista (UNESP)

DOI:

https://doi.org/10.26694/reufpi.v10i1.804

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Sistema único de saúde, Assistência farmacêutica, Medicamentos sob Prescrição, Boas Práticas de Dispensação

Resumo

Objetivo: analisar a dispensação de medicamentos na atenção primária do Sistema Único de Saúde em um município do Estado de São Paulo. Metodologia: realizou-se análise documental dos boletins de movimentação de medicamentos das farmácias das 19 Unidades Básicas de Saúde do município de Araçatuba-SP, sede do Departamento Regional de Saúde II-SP, durante 12 meses. Os medicamentos foram agregados segundo o sistema de classificação Anatomical Therapeutic Chemical e ação farmacológica. Analisou-se o total de medicamentos dispensados e o saldo final dos principais tipos de fármacos. Resultados: foram dispensados 60.479.959 medicamentos, sendo 53,10% antibióticos, 15,42% anti-hipertensivos, 5,09% antidepressivos, 4,81% hipoglicemiantes, 3,16% ansiolíticos, 2,82% complexos vitamínicos e minerais, 2,17% antipsicóticos, 1,99% analgésicos, dentre outros tipos (11,45%). Permaneceram disponíveis 8.778.863 medicamentos, sendo os anti-hipertensivos, antidepressivos e ansiolíticos os que representam a maior proporção entre estes. Os antibióticos apresentaram a menor proporção de unidades disponíveis, com aproximadamente 2%. Os hipoglicemiantes apresentaram maior diversidade de fármacos sem unidades disponíveis para dispensação. Conclusão: os principais tipos de medicamentos dispensados foram antibióticos, anti-hipertensivos, antidepressivos e hipoglicemiantes. A dispensação de medicamentos foi satisfatória, considerando que mesmo os medicamentos que não apresentaram saldo residual positivo foram substituídos por outros de propriedades farmacológicas similares.

Publicado

2021-04-10

Como Citar

Garbin, C. A. S., Chiba, F. Y. ., Gonçalves, C. da S., Oliveira, R. A. F. de, & Garbin, A. J. Ísper. (2021). The dispensation of drugs in the primary health care of the Single Health System. Rev Enferm UFPI, 10(1). https://doi.org/10.26694/reufpi.v10i1.804

Edição

Seção

Original