Early identification and initial treatment of sepsis by emergency nurses

Autores

  • Nayara Kalila dos Santos Bezerra Universidade Federal de Roraima - UFRR
  • Paulo Sérgio da Silva Universidade Federal de Roraima
  • Jackeline da Costa Maciel Universidade Federal de Roraima
  • Fabíola Christian Almeida de Carvalho Universidade Federal de Roraima
  • Raquel Voges Caldart Universidade Federal de Roraima

DOI:

https://doi.org/10.26694/reufpi.v11i1.2809

Palavras-chave:

Identificação da Emergência, Sepse, Enfermeiras e Enfermeiros, Planejamento de assistência ao paciente, Emergências

Resumo

Objetivo: Identificar o conhecimento dos enfermeiros atuantes no setor de emergência sobre a identificação e tratamento inicial da sepse. Métodos: Estudo descritivo, transversal, quantitativo, desenvolvido na emergência de um hospital público de Roraima, com 25 enfermeiros. Os dados sociodemográficos, ocupacionais e de conhecimento dos enfermeiros sobre sepse foram coletados por meio de um formulário estruturado online através do Google Forms e analisados utilizando-se estatística descritiva por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) versão 20.0. Resultados: Dentre os participantes, 76,0% relataram não terem recebido treinamento sobre sepse e não possuírem conhecimento sobre a existência de protocolos de sepse na instituição. Quanto às questões específicas sobre sepse, 68,0% apresentaram conhecimento desatualizado sobre a definição atual e os sinais clínicos da sepse. O manejo inicial de sepse, tempo ideal para administrar a primeira dose do antibiótico e iniciar antibiótico de amplo espectro, foram as questões que obtiveram melhores percentuais de acerto, com 88,0% e 80,0%, respectivamente. Conclusão: Verificou-se que há lacunas no conhecimento dos enfermeiros da emergência sobre a identificação e o tratamento precoce da sepse, justificando a necessidade urgente de realização de capacitações e implantação de protocolos clínicos sobre o tema na instituição.  

Biografia do Autor

Nayara Kalila dos Santos Bezerra, Universidade Federal de Roraima - UFRR

Graduada em Bacharel em Enfermagem pela Universidade Federal de Roraima (2016-2020). Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (PROCISA-UFRR), na Linha de Pesquisa Saúde, Educação e Meio Ambiente (2021). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Corpo e Saúde (GEPECS-UFRR/instagram:@gepecsufrr). Atualmente Professora Substituta e Supervisora de Estágio do Curso de Enfermagem da Universidade Federal de Roraima (UFRR). Tem afinidade principalmente nas áreas de Enfermagem na Saúde do Adulto e do Idoso, Urgência e Emergência e Atendimento ao Paciente Crítico. 

Paulo Sérgio da Silva, Universidade Federal de Roraima

Doutor em Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Biociências da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2016). Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2012). Especialista em Processos de Mudança nos Serviços de Saúde e no Ensino Superior (2009) e Graduado em Enfermagem (2008), ambas cursadas no Centro Universitário Serra dos Órgãos. Atualmente é Professor Efetivo Adjunto A do Curso de Bacharelado em Enfermagem e Professor do quadro permanente junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde Mestrado Profissional da Universidade Federal de Roraima - UFRR. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem, Corpo e Saúde (GEPECS - certificado no CNPq pela Universidade Federal de Roraima. 

Jackeline da Costa Maciel, Universidade Federal de Roraima

Graduado em Biomedicina e Farmácia, Especialista em Análises Clínicas (Bioquímica), Mestre em Bioquímica e Doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Desenvolve pesquisas nas áreas de Farmacoepidemiologia (estudos sobre o uso de medicamentos, avaliação do uso de terapia medicamentosa, avaliação e identificação de erros de medicação) e Saúde Pública (Políticas relacionadas ao uso de medicamentos, fitoterápicos e plantas medicinais). Atualmente é Professora Efetiva do Curso Bacharelado em Enfermagem da UFRR. Foi Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (2013-2021) e Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Biodiversidade (2020-2021) da UFRR.

Fabíola Christian Almeida de Carvalho, Universidade Federal de Roraima

Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Piauí (1997), mestrado em Produção e Reprodução de Pequenos Ruminantes pela Universidade Estadual do Ceará (2000) e doutorado em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Atualmente é professora associada IV da Universidade Federal de Roraima. Tem experiência na área de Reprodução Animal, com ênfase em Fisiologia e Biotecnologia da Reprodução Animal e na área de Educação Superior Indígena, atuando principalmente nos seguintes temas: educação escolar indígena, saúde e territórios indígenas em Roraima.

Raquel Voges Caldart, Universidade Federal de Roraima

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003), Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Roraima (2014). Doutorado em Ciências pela Fundação Oswaldo Cruz (2020). Professora Adjunta da Universidade Federal de Roraima (2013), atuando na Graduação em Enfermagem, gerenciando os módulos: Saúde do Adulto: aspectos clínicos e Enfermagem na Saúde do Idoso. Membro do Grupo de Pesquisa Parasitologia e monitoramento de artrópodes vetores da Amazônica. Membro do Grupo de Pesquisa Genética Molecular de Microrganismos. Membro do Comitê de Ética em Pesquisa envolvendo Seres Humanos da Universidade Federal de Roraima (2021). Membro do Corpo Editorial da Editora da Universidade Federal de Roraima (2022). Membro da Comissão de Criação do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Universidade Federal de Roraima (2022). Enfermeira do quadro permanente da Secretaria de Estado da Saúde de Roraima, atuando em Instituição de Longa Permanência para Idosos (2013). Experiência de trabalho humanitário com populações residentes em áreas de difícil acesso e em situações críticas de saúde (2010-2012) e com populações indígenas (2003-2008)

Publicado

2022-12-31

Como Citar

1.
Bezerra NK dos S, Silva PS da, Maciel J da C, Carvalho FCA de, Caldart RV. Early identification and initial treatment of sepsis by emergency nurses. Rev Enferm UFPI [Internet]. 31º de dezembro de 2022 [citado 24º de maio de 2024];11(1). Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/2809

Edição

Seção

Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)