Renal donor’s life path: memories, resilience and altruism

Autores

  • Fernando de Souza Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Clélia Albino Simpson Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Felismina Rosa Parreira Mendes Universidade de Évora-Portugal, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.26694/reufpi.v10i1.876

Palavras-chave:

Transplante de rim, Doadores vivos, Acontecimentos que mudam a vida

Resumo

OBJETIVO: analisar as narrativas que marcam a trajetória de vida dos doadores renais. METODOLOGIA: pesquisa exploratória, descritiva e de abordagem qualitativa. Após a apreensão e preparo analítico dos relatos gravados em áudio, por meio da técnica da história oral de vida, realizou-se a análise de conteúdo de Bardin que consiste das etapas: pré-análise, exploração do material ou codificação, tratamento dos resultados, inferência e interpretação dos eixos temáticos que emergiram. RESULTADOS: a amostra de 12 doadores renais que se submeteram ao transplante no Hospital Universitário Onofre Lopes-UFRN, respondeu às questões norteadoras: como era sua vida antes da doação renal? Como é sua vida após a doação renal? As narrativas convergiram para as temáticas “experiências vividas antes da doação renal” e “experiências vividas após a doação renal”. Os colaboradores enredaram o acometimento da doença como um momento trágico e a doação renal como meio de minimizar o sofrimento vivido pela família. CONCLUSÃO: os colaboradores reconhecem mais interferências positivas da doação renal, principalmente a melhoria na qualidade de vida dos doadores e o reconhecimento social da nobreza do ato da doação renal.

Publicado

2021-06-29

Como Citar

de Souza Silva, F., Albino Simpson, C., & Rosa Parreira Mendes, F. (2021). Renal donor’s life path: memories, resilience and altruism. Rev Enferm UFPI, 10(1). https://doi.org/10.26694/reufpi.v10i1.876

Edição

Seção

Original