Knowledge and practice of young schools on sexual and reproductive health

Autores

  • Francisca Isaelly dos Santos Dias, Maria Adelane Monteiro da Silva, Amanda Lourenço Tomaz, Ana Naiara Alves de Sousa Universidade Estadual do Vale do Acaraú

Palavras-chave:

Educação sexual, Estudantes, Anticoncepção

Resumo

DOI: https://doi.org/10.26694/2238-7234.8469-75

Objetivo: avaliar o conhecimento e prática de jovens escolares de uma instituição de ensino no norte cearense a respeito das relações sexuais, transmissão de Infecções Sexualmente Transmissíveis e sua prevenção. Metodologia: estudo quantitativo, realizado entre agosto e setembro de 2017. Na amostra foram inclusos 116 alunos de duas escolas estaduais de ensino profissionalizante. A coleta de dados se deu em um questionário adaptado que investigou o conhecimento e prática dos escolares sobre relação sexual, Infecções Sexualmente Transmissíveis e métodos contraceptivos. Resultados: a maioria não praticar elação sexuais. Praticamente todos conhecem algum método contraceptivo, mas poucos sabem porque é considerado dupla proteção. Revelou que a porcentagem de estudantes que utiliza esses métodos é menor que o esperado, porém sabem que o preservativo é a melhor forma de prevenção contra a transmissão de Infecções Sexualmente Transmissíveis. Conclusão: contudo, uma pessoa com base de ensino, constrói senso crítico, faz boas escolhas e compartilha as informações corretas. A comunicação efetiva entre os profissionais participantes da educação, profissionais de saúde e a família é crucial para a transmissão do aprendizado.

Downloads

Publicado

2020-11-24

Como Citar

1.
Francisca Isaelly dos Santos Dias, Maria Adelane Monteiro da Silva, Amanda Lourenço Tomaz, Ana Naiara Alves de Sousa. Knowledge and practice of young schools on sexual and reproductive health . Rev Enferm UFPI [Internet]. 24º de novembro de 2020 [citado 16º de junho de 2024];8(4). Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/602

Edição

Seção

Original