Considerações psicomotoras sobre a lateralidade e respectivos apontamentos acerca da capoeira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/caedu.v4i1.2574

Palavras-chave:

Capoeira, Dominância lateral, Lateralidade, Lateralização, Psicomotricidade

Resumo

A lateralidade é responsável pela capacidade de integração sensório-motora dos dois lados do corpo com o ambiente. Está relacionada com a evolução e a motricidade instrumental, com integrações sensoriais complexas e com aquisições motoras unilaterais muito especializadas, organizando o ato motor e consolidando a aprendizagem e praxias. A prática da capoeira oferece amplo repertório para o desenvolvimento de pedagogias voltadas para o desenvolvimento psicomotor, para as funções e estruturas da lateralidade. Este trabalho objetivou analisar os aspectos que envolvem o desenvolvimento da lateralidade, elaborando apontamentos sobre a lateralização e a prática da capoeira. A metodologia empregada consistiu em análises por meio de pesquisa bibliográfica. Deste modo, constatando a lateralidade como uma das importantes funções e estruturas psicomotoras para o desenvolvimento integral do ser humano, e considerando a Lei Federal 10639, foi possível desenvolver reflexões acerca das potencialidades dos aspectos pedagógicos da capoeira, cujo rico conjunto de conteúdos se torna em uma importante alternativa para o desenvolvimento da lateralidade

Referências

ALVES, Fátima. Psicomotricidade: corpo, ação e emoção. Rio de Janeiro: Wak, 2003.

BECHARA, Marco Antonio. Capoeira: Um Esporte que Educa. Revista Artus, nº 16. Rio de Janeiro. Universidade Gama Filho, 1985a.

BRASIL. Lei nº 10.639, de 09 de janeiro de 2003 (Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências). Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.639.htm>. Acesso em: 20/04/2022.

CUNHA, Andréa Cristiane Alves da. Capoeira Positiva - Os benefícios da prática da Capoeira para crianças portadoras do vírus HIV. Rio de Janeiro: Edições Abada-Capoeira, 2003.

FONSECA, Vítor da. Manual de obsevação psicomotora: significação psiconeurológica dos fatores psicomotores. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

NETO, Francisco Rosa. Manual de avaliação motora. Porto Alegre: Artmed Editora, 2002.

NICOLA, Mônica. Psicomotricidade – Manual Básico. Rio de Janeiro: Revinter, 2004.

OLIVEIRA, Gislene de Campos. Psicomotricidade: Educação e Reeducação num enfoque Psicopedagógico. 5ª edição. Petrópolis: Editora Vozes, 2001.

SOUZA, Sérgio Augusto Rosa de; OLIVEIRA, Amauri Aparecido Bássoli de. Estruturação da capoeira como conteúdo da educação física no ensino fundamental e médio. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 12, n. 2, p. 43-50, 2001.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

LUSSAC, R. M. P. Considerações psicomotoras sobre a lateralidade e respectivos apontamentos acerca da capoeira. CAMINHOS DA EDUCAÇÃO diálogos culturas e diversidades, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 01-13, 2022. DOI: 10.26694/caedu.v4i1.2574. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/cedsd/article/view/2574. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS