RESENHA DO LIVRO EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA DA LIBERDADE (PAULO FREIRE)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/epeduc.v6i3.4762

Palavras-chave:

PAULO FREIRE, EDUCAÇÃO, LIBERDADE

Resumo

O livro Educação Como Prática da Liberdade é o primeiro livro de Paulo Freire e foi originalmente escrito durante o seu exílio em 1967, contém 157 páginas, em sua 23ª edição foi publicada pela editora Paz e Terra. O mesmo apresenta na contracapa da obra, apresenta um texto intitulado Paulo Freire ou o Poder da Palavra de Pierre Furter, a introdução é de Francisco C. Weffort com o seguinte título Educação e Política: reflexões sobre uma pedagogia de liberdade e contém 4 capítulos. O primeiro capítulo intitula-se Sociedade em Transição. O segundo, A Sociedade Fechada e a Inexperiência Democrática. O terceiro, Educação versus Massificação. E o último capítulo, Educação e Conscientização.

Biografia do Autor

Pamella dos Santos Batista, IFTM

Aluna do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica em Rede Nacional   Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT). Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Minhas Gerais. Brasil.

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3538-5129.E-mail: marismenia.santos@aluno.uece.br

Referências

FREIRE, Paulo. (1967) Educação Como Prática da Liberdade. 23. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

Downloads

Publicado

2023-12-28

Como Citar

DOS SANTOS BATISTA, P. RESENHA DO LIVRO EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA DA LIBERDADE (PAULO FREIRE). Epistemologia e Práxis Educativa - EPEduc, [S. l.], v. 6, n. 3, p. 1 - 9, 2023. DOI: 10.26694/epeduc.v6i3.4762. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/epeduc/article/view/4762. Acesso em: 2 mar. 2024.