A GESTÃO EDUCACIONAL E A CONSTRUÇÃO CIDADÃ NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/epeduc.v6i3.3805

Palavras-chave:

Educação de Pessoas Jovens e Adultas. Cidadania. Gestão Educacional.

Resumo

O presente artigo busca estabelecer uma reflexão acerca das perspectivas de construção da cidadania na Educação de Pessoas Jovens e Adultas (EJA), objetivando articular analiticamente, a EJA e a categoria cidadania com o campo de gestão educacional, nesta modalidade de ensino. Resultado de pesquisas dos autores, Garbin (2020) e Sanceverino e Garbin (2021). O estudo conta com aportes teóricos de pesquisadores no campo da EJA e, por sua vez, da Educação Popular a partir do eixo  cidadania e  gestão educacional, com destaque para a epistemologia freireana. Entre esses autores destacamos, Marshall (1976); Arroyo (2011); Freire (1987, 1997, 2002); Gutierrez e Catani (2001); Libâneo (2008); entre outros.   Metodologicamente caracteriza-se como  pesquisa de  abordagem qualitativa Minayo (2001), que usa como procedimento técnico a pesquisa bibliográfica Gil (2007) e como técnica de análise dos dados a análise de conteúdo Bardin (1995). Resultados apontam que  a gestão democrática para uma cidadania plena, no âmbito da EJA deve considerar que os estudantes e os professores são sujeitos do processo numa relação que precisa se estabelecer sob uma mediação pedagógica orientada para uma práxis potencializadora da emancipação humana.

Biografia do Autor

Rodimar Garbin, UFFS

Mestre em Educação, pela Universidade Federal da  Fronteira, Campus de Erechim. Rio Grande do Sul. Brasil. E-mail: garbinsoc@gmail.com.

Pronomes de tratamento , UFFS

Professora Associada da   Universidade       Federal  da          Fronteira             Sul              (UFFS)

Referências

AJALA, Michelle Cristina. Aluno EJA: motivos de abandono e retorno escolar na modalidade EJA e expectativas pós EJA em Santa Helena-PR. 2011. (Monografia de Especialização) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2011.

ALTHUSSER, L. Ideologia e aparelhos ideológicos de Estado. 3. ed. Lisboa: Editorial Presença; Martins Fontes, 1980.

ALVES, Rodolfo F. Inclusão social. A questão da inclusão social. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.uol.com.br/educacao/inclusao-social.htm>. Acesso em: 24 Mar. 2022.

ARROYO, Miguel G. Currículo território em disputa. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa. Edições 70, 1995.

BOURDIEU, Pierre. Escritos sobre educação. Maria Alice Nogueira, Afrânio Catani(org.). 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2007. Org.:... Escritos de educação / Maria Alice Nogueira e Afrānio. Catani (organizadores). 9. ed. – Petrópolis, RJ : Vozes, 2007. --.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação popular. São Paulo: Brasiliense, 2006. DÍAZ

BRANDÃO, Thiago Bezi. A categoria status em Marshall: contribuições para os estudos dos direitos sociais. Revista Políticas Públicas, São Luis, v.17, n.1, p. 221-228, jan./jun. 2013.

BORDENAVE, Juan E. O que é participação. 8. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 26. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

GROCHOSKA, Márcia Andréia; EYNG, Ana Maria. A auto-avaliação institucional como estratégia de gestão da escola de Educação Básica. Disponível em: http://www.rededosaber.sp.gov.br/portais/Portals/84/docs/artigo_autoavaliacao_1. pdf. Acesso em: 19 dez. 2018.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GARBIN, Rodimar. Educação de Pessoas Jovens, Adultas e Idosas e a Cidadania: A Educação como Direito Síntese. Dissertação de Mestrado, PPGPE, UFFS, Erechim/RS,2020.

GOMES, Romeu. A análise de dados em pesquisa qualitativa. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994.

GUTIERREZ, Gustavo Luis; CATANI, Afrânio Mendes. Participação e gestão escolar: conceitos e potencialidades. In: FERREIRA, Naura S. C. (org.). Gestão democrática da educação: atuais tendências, novos desafios. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

HADDAD, Sérgio. Direito à Educação. In: (org.) CALDART, Roseli Salete, PERREIRA,

Isabel Brasil, ALENTEJANO, Paulo, FRIGOTTO, Gaudêncio. Dicionário da Educação do

Campo. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Rio de Janeiro e Expressão Popular,

São Paulo, 2012.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5. ed. rev. ampl. Goiânia: Editora Alternativa, 2008.

MARSHALL, Tomas. H. Cidadania, classe social e status. Zahar editores, Rio de Janeiro,

MARX, Karl. O Capital. O texto pode ser encontrado no e-book organizado pela Boitempo Editorial. v. 1. disponível em: https://coletivocontracorrente.files.wordpress.com/2013/10/tmpsq7jbv.pdf. Acesso em: 6 set. 2018.

MORGADO, José Carlos. Democratizar a escola através do currículo: em busca de uma nova utopia. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ensaio/v21n80/a03v21n80.pdf. Acesso em: out. 2018.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 18. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

OLIVEIRA, Luciano e FERREIRA, Maria José de Resende. A questão étnico-racial e a Educação de Jovens e Adultos. Debates em Educação Científica e Tecnológica, ISSN 2179- 6955, v. 02, nº. 2, p. 77 a 86, 2012.

PERONI, Vera Maria Vidal. A privatização do público: implicações para a democratização da educação. In: PERONI, Vera Maria Vidal (org.). Redefinições das fronteiras entre o público e o privado: implicações para a democratização da educação. Brasília: Liber Livro, 2013.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

REIS, Marilise Luiza Martins dos. Sociologia da educação. Florianópolis: Udesc; Cead, 2011.

SANCEVERINO, Adriana Regina e GARBIN, Rodimar. Vínculos entre cidadania e Educação de Jovens e Adultos: um olhar a partir das pesquisas em Educação. In: Retratos da Escola – v. 15, n. 32, mai./ago. 2021, Brasília, CNTE.

SANCEVERINO, Adriana Regina. Os Sentidos da Mediação na Prática Pedagógica da Educação de Pessoas Jovens e Adultas. Campinas, SP: Mercado de Letras. 2019a. (Série Educação Geral, Educação Superior e Formação Continuada do Educador)

SANCEVERINO, Adriana Regina. Trabalho e Educação de Jovens e Adultos: Mediações Imanentes para um Currículo que se Pretende Emancipador. Rev. EJA em Debate. [online]. 2017. Ano 6 N. 10. Disponível em: ttps://periodicos.ifsc.edu.br/index.php/EJA/issue/view/65. Acesso em: 17 de setembro de 2021.

SANCEVERINO, (LOSSO) Adriana Regina. Documento Preliminar de Educação de Jovens e Adultos. In: PALHOÇA. Proposta Curricular da Educação de Jovens e Adultos da Rede Municipal de Ensino de Palhoça/SC. Prefeitura Municipal de Palhoça. Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia, Inovação, Cultura e Esportes, 2018.

SANCEVERINO, Adriana Regina. Mediação pedagógica na educação de jovens e adultos: exigência existencial e política do diálogo como fundamento da prática. Rev. Bras. Educ. [online]. 2016, vol.21, n.65, pp.455-475.

SANCEVERINO, Adriana Regina. O Trabalho como Princípio Educativo na Educação de Jovens e Adultos: Mediações Imanentes para um Currículo que se Pretende Emancipador. Revista EJA em Debate. Ano 6 N. 10 - 2017. p. 1-23 Disponível em <http://periodicos.ifsc.edu.br/index.php/EJA/article/view/2333> Acesso em: 2 mai. 2019.

SANCEVERINO, Adriana Regina. Os Sentidos da Mediação na Prática Pedagógica da Educação de Pessoas Jovens e Adultas. Campinas, SP: Mercado de Letras. 2019a. (Série Educação Geral, Educação Superior e Formação Continuada do Educador).

SANCEVERINO, Adriana Regina. A Dimensão Mediadora da Ação Pedagógica Orientada para atender as especificidades metodológicas na EJA: condição proeminente para uma educação inclusiva. In Rev. Polyphōnia. Revista de Educación Inclusiva

Publicación científica del Centro de Estudios Latinoamericanos de Educación Inclusiva de Chile. Vol. 3, Núm. 3, Noviembre-Diciembre 2019b, págs.227-245.

SANCEVERINO, Adriana Regina; LÓDI, Emeline Dias. Educação de Pessoas Jovens, Adultas e Idosas (EJA): contribuições da pedagogia Freireana para a construção de um currículo que se pretende emancipador. Rev. Debates em Educação. Maceió, Vol. 13 Número Especial. 2021.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez; Autores Associados, 1988.

Downloads

Publicado

2023-12-28

Como Citar

GARBIN, R.; SANCEVERINO, A. R. A GESTÃO EDUCACIONAL E A CONSTRUÇÃO CIDADÃ NA EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS. Epistemologia e Práxis Educativa - EPEduc, [S. l.], v. 6, n. 3, p. 1 - 17, 2023. DOI: 10.26694/epeduc.v6i3.3805. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/epeduc/article/view/3805. Acesso em: 2 mar. 2024.