A conservação da fauna silvestre e no interior paulista: concepções e criação de espaço educador em escola rural de Capivari – SP.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/caedu.v4i1.2572

Palavras-chave:

Fauna Silvestre, Onça Parda, Educação Ambiental, Espaço Educador, Conservação da Fauna

Resumo

A conservação da biodiversidade é de vital importância, porém, ainda é um desafio distante no desenvolvimento de Políticas Públicas. Nunca houve no município de Capivari-SP um levantamento da fauna silvestre e são poucas as ações de educação ambiental para abordar essa temática no âmbito da educação municipal.  Partindo desse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo realizar um levantamento preliminar da fauna silvestre e dos animais conhecidos pelos estudantes de uma escola rural, com isso desenvolver um processo de construção participativa de espaço educador, visando à conservação da onça-parda. A pesquisa foi conduzida em uma abordagem qualitativa e utilizou como instrumentos de coleta de dados, observação participante, desenhos, grupo focal e entrevista. Os dados foram organizados em dois eixos: 1- Conhecimento sobre a fauna e 2- Construção participativa do Espaço educador: divulgando conhecimentos. Como resultado, observamos que o espaço educador teve participação da população e envolvimento da comunidade local.

Referências

AMORIM,A.C.R. Educação. In: JUNIOR, L.A.F (org). Encontros e Caminhos: formação de educadoras (es) ambientais e coletivos educadores. Ministério do Meio Ambiente, Brasília, 2005. p. 143-147.

CARVALHO, I.C.M. Educação Ambiental Crítica: nomes e endereçamentos da educação. In: LAYRARGUES, P.P. (Coord.). Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente; Diretoria de Educação Ambiental, 2004. p .13-24

CARVALHO, Isabel Cristina Moura. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. São Paulo: Cortez, 2017.

GRITTEM, Luciana; MEIER, Marineli Joaquim; ZAGONEL, Ivete Palmira Sanson. Pesquisa-ação: uma alternativa metodológica para pesquisa em enfermagem. Texto contexto enfermagem, Florianópolis, v.17, n.4, p. 765770, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/19 Acesso em: 18 de Abril de 2022.

LAYRARGUES, Philippe Pomier. (Re)Conhecendo a Educação Ambiental Brasileira. Em: LAYRARGUES, P.P. (Coord.). Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente; Diretoria de Educação Ambiental, 2004, p.7-9

MENDES, Regina; VAZ, Arnaldo. Educação ambiental no ensino formal: narrativas de professores sobre suas experiências e perspectivas. Educação em revista, Belo Horizonte, v.25, n.03, p.395-411, 2009. Disponível em https://www.scielo.br/j/edur/a/dfFY6C4sb7MMtD6j59mDKFv/?format=pdf&lang=pt Acesso em: 18 de Abril de 2022.

MORAES, Roque; GALIZZI, Maria Carmo. Análise textual discursiva: Processo reconstrutivo de múltiplas faces. Ciências e educação, v.12,n.1,p.117-128,2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v12n1/08 Acesso em: 18 de Abril de 2022.

ONUBR NAÇÕES UNIDAS NO BRASIL. A ONU e o Meio Ambiente. Disponível em:

https://nacoesunidas.org/acao/meio-ambiente/ Acesso em: 20 de Abril de 2022.

SATO, Michele. Environmental education activities in Brazil. Environmental Education, v. 46, summer, 24 - 28, 1994.

SAUVÉ, L. Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 2, p. 317-322, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v31n2/a12v31n2.pdf Acesso em: 15 de Abril de 2022.

VIEGAS, Aline; GUIMARÃES, Mauro. Crianças e educação ambiental na escola; associação necessária para um mundo melhor? Revista brasileira de educação ambiental, Brasília, n.0, p. 56-62, 2004.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

ANGELIM, K. B.; SCHLINDWEIN, M. N. A conservação da fauna silvestre e no interior paulista: concepções e criação de espaço educador em escola rural de Capivari – SP. CAMINHOS DA EDUCAÇÃO diálogos culturas e diversidades, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 01-16, 2022. DOI: 10.26694/caedu.v4i1.2572. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/cedsd/article/view/2572. Acesso em: 15 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS