O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM SIGAA E O ENSINO A DISTÂNCIA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO CEAD/UFPI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26694/epeduc.v4i1.12524

Palavras-chave:

Ambiente Virtual de Aprendizagem, SIGAA, Ensino a distância, Netnometodologia, Pedagogia

Resumo

O Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) consiste em uma nova configuração de espaço, que perpassa a presença virtual em tempo real. Este estudo tem como objetivo descrever a plataforma do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA), como Ambiente Virtual de Aprendizagem no ensino a distância, no curso de Pedagogia a distância do Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD), da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Apresentamos um recorte da pesquisa desenvolvida no âmbito do Doutorado em Educação, realizado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEd/UFPI). A abordagem dessa investigação se fundamenta na perspectiva Netnometodológica (CAVALCANTI, 2020), desenvolvida a partir dos conceitos da Etnometodologia (COULON, 1995; 2017) e da Netnografia (KOZINETS, 2014; 2002). Enquanto ambiente virtual, o SIGAA não foi desenvolvido com a finalidade exclusivamente pedagógica, mas possui ferramentas síncronas e assíncronas que possibilitam a realização de atividades nesse espaço. Entre os desafios postos à formação de professores a distância e, especificamente, da formação do pedagogo, encontra-se o de promover processos, metodologias e saberes docentes que permitam a necessária dialética entre a formação e o desenvolvimento da aprendizagem nesse ambiente virtual de formação. Dialética necessária para tornar esse ensino, que embora tenha suas fragilidades, tem sua importância consolidada e reafirmada no acesso a educação, principalmente, para aqueles que possuem rotina de trabalho e necessitam de tempos diferenciados para os estudos.

Referências

COULON, A Etnometodologia e educação. Petrópolis: Vozes, 2017.

_______. Etnometodologia. Tradução Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, FERNANDES, J. C. F. Aprendizagem Significativa: modalidades de aprendizagem e o papel do professor. 2. ed. Porto Alegre-RS: Editora Mediação Distribuidora e Livraria Ltda, 2008.

KOZINETS, R. V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Tradução de Daniel Bueno. Porto Alegre: Penso, 2014.

________. The field behind the screen: using netnography for marketing research in online communities. Journal of Marketing Research, v.39, n.1, p. 61- 72, fev. 2002. Disponível em: https://www.nyu.edu/classes/bkg/methods/netnography.pdf. Acesso em: 20 jun. 2020.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

MUNHOZ, A.S. A educação a distância em busca do tutor ideal. Colabor@ - Revista Digital da CVA - Ricesu, v.2, p. 32-46, ago. 2003. Disponível em: https://aedmoodle.ufpa.br/pluginfile.php/339084/mod_resource/content/0/a%20ead%20em%20busca%20do%20tutor%20ideal.pdf. Acesso em: 22 maio.2020.

SARAIVA, K. Educação a Distância: outros tempos, outros espaços. Ponta Grossa. Editora UEPG, 2010.

VALENTE, J. A. Diferentes abordagens de Educação a Distância. Interface - Comunic, Saúde, Educ, v7, n12, p.139-48, fev., 2013.

Downloads

Publicado

2021-11-03

Como Citar

LAREMBERG ALVES CAVALCANTI, Ágata L. .; FRANÇA-CARVALHO, A. D. O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM SIGAA E O ENSINO A DISTÂNCIA NO CURSO DE PEDAGOGIA DO CEAD/UFPI. Epistemologia e Práxis Educativa - EPEduc, [S. l.], v. 4, n. 1, 2021. DOI: 10.26694/epeduc.v4i1.12524. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/epeduc/article/view/1873. Acesso em: 7 dez. 2022.