É luta ou dança? Reinventando a capoeira na Bretanha francesa

Autores

  • Ricardo Carvalho Nascimento UNILAB

DOI:

https://doi.org/10.26694/rer.v2i2.10064

Resumo

Entre as narrativas-mito de compreensão da capoeira como gênero performático, encontramos, quase sempre, a dimensão de que, em sua gênese, se trata de uma luta disfarçada de dança. Neste artigo, problematizamos esta propriedade polissêmica da prática da capoeira, através de um estudo de caso de um grupo de dança e capoeira residente na região da Bretanha francesa, a Cie Ladainha e da Cooperative Bretonne de Capoeira. Argumentamos que nos processos transnacionais deste gênero performático, o imaginário estético da capoeira como forma de dança foi objeto de mobilização para formação e implantação de grupos de praticantes.

Referências

ABREU, Frede & CASTRO, Maurício Barros. Capoeira: encontros. Rio de Janeiro: Azougue editorial, 2009.

BEAUDET, Jean-Michel. "Escrever-Dançar: definir a Antropologia da Dança?". In: Antropologia da Dança IV. Florianópolis: Editora Insular, 2015.

FALCÃO, José Luiz Cirqueira. O jogo da capoeira em jogo e a construção da práxis capoeirana. Tese de Doutoramento em Educação. Universidade Federal da Bahia, 2004.

GELL, Alfred. Arte e agência. São Paulo: Ubu editora, 2018.

GRANADA, Daniel. Les Mestres les groupes et les lieux dynamiques: identité et relocalisation de la capoeira à Paris et à Londres. Tese (Doutorado em etnologia e história). Université de Paris Ouest Nanterre La Défense / University of Essex, Nanterre, 2013.

LIGIÉRO, Zeca. Corpo a corpo: estudo das performances brasileiras. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2011.

LÔBO, Eugénio. O corpo na capoeira: introdução ao estudo do corpo na capoeira. Campinas: Editora Unicamp, 2008.

OLIVEIRA, Débora Ferraz de. A construção da identidade negra através da dança Afro Brasileira: A História de Mestre King. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional - MinC, Programa Nacional de Apoio à Pesquisa, 2008.

LABAN, Rudolf. O domínio do movimento. São Paulo: Summus, 1978.

LE BRETON, David. A sociologia do corpo. Petrópolis: Vozes, 2006.

NASCIMENTO, Ricardo César Carvalho. Mandinga for export: a globalização da capoeira. Tese de doutoramento em Antropologia. Universidade Nova de Lisboa, 2015.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: Estética e política. Rio de Janeiro: Editora 34, 2018.

VIEIRA, Luís Renato & ASSUNÇÃO, Matthias Rohrig. "Mitos, controvérsias e fatos: construindo a história da capoeira. Estudos Afro-Asiáticos, 34. 1998: 81-121.

Downloads

Publicado

2020-04-15

Como Citar

CARVALHO NASCIMENTO, R. . É luta ou dança? Reinventando a capoeira na Bretanha francesa. Revista EntreRios do Programa de Pós-Graduação em Antropologia, [S. l.], v. 2, n. 2, p. 59-70, 2020. DOI: 10.26694/rer.v2i2.10064. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/entrerios/article/view/5224. Acesso em: 19 jun. 2024.