Sobre a revista

A Revista de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí (REUFPI) é um periódico on-line, editado pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem/Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e sua primeira edição foi publicada em 2012. Atualmente, possui Qualis B4 (2013-2016). Está entre as 50 revistas mais citadas na Iberoamerica de acordo com o Ranking Citacion Cuiden e utiliza o Digital Object Identifier (DOI®).

O periódico tem como missão promover disseminação do conhecimento científico e da prática profissional da enfermagem e de outras áreas da saúde, por meio da publicação de manuscritos empíricos ou teóricos, com foco na interlocução internacional. 

A partir de 2020, a REUFPI, passou a adotar o sistema de fluxo contínuo (rolling pass). Aceita manuscritos nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola. Destina-se a publicação de manuscritos originais de pesquisa, revisão, relato de experiência, reflexão, protocolos de ensaio clínico e de revisão e cartas ao editor, desde que atendam às suas normas de publicação. Destaca-se que serão aceitos para submissão manuscritos publicados em repositórios preprints.

A REUFPI é publicada na versão eletrônica e segue a política de acesso aberto (Open Access). Oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público, proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

A REUFPI adota como método de avaliação de manuscritos o sistema Double Blind Review, sendo preservado o anonimato da(o)s autora(e)s e avaliadora(e)s.

Comprometida com os princípios da ética, A REUFPI, segue o Code of Conduct and Best Practice Guidelines for Journal Editors, as orientações do Commitee on Publication Ethics (COPE) (http://publicationethics.org/) e as recomendações da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP). Assim, pesquisas originais realizadas no Brasil, devem respeitar as diretrizes da Resolução n°. 466, de 12 de dezembro de 2012 e nº. 510 de 07 de abril de 2016. 

A REUFPI é comprometida também com princípios da ética e integridade científica, portanto, condena o plágio. Em nosso fluxo editorial utilizamos softwares (como o Plagius) antiplágio em dois estágios: no momento de conferência dos arquivos enviados no ato da submissão e na etapa de edição de texto antes da publicação. 

A abreviatura de seu título Rev. enferm. UFPI. é recomendada para fins de citação bibliográfica.

ISSN eletrônico: 2238-7234

 

Periodicidade

A REUFPI, a partir de 2020 passou a adotar o sistema de fluxo contínuo (rolling pass).

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

Creative Commons

Os conteúdos deste periódico de acesso aberto em versão eletrônica estão licenciados sob os termos de uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 não adaptada.

Estratégia de qualificação dos manuscritos

Os manuscritos submetidos à REUFPI devem atender à sua política editorial e às instruções aos autores, que seguem a Rede EQUATOR, Uniform Requirements for Manuscripts (https://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html); Requisitos uniformes para manuscritos submetidos a periódicos biomédicos do Comitê Internacional de Editores de Periódicos Médicos que está disponível no site (http://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?pid=S0104-16731999000200002&script=sci_arttext).

A REUFPI exige que para publicação de estudos experimentais randomizados, estes devem possuir cadastro no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (REBEC) (http://www.ensaiosclinicos.gov.br/), conforme exigência da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas.

A REUFPI na busca pelo aperfeiçoamento na apresentação dos resultados de estudos científicos tem adotado os seguintes protocolos internacionais validados: CONSORT - para ensaios clínicos randomizados, PRISMA - para estudos de revisão, STROBE para estudos observacionais em epidemiologia, COREQ - para estudos qualitativos e CARE - para relatos de caso.

Custos para publicação

A REUFPI não cobrará taxas aos autores. Entretanto, os autores são responsáveis, quando o artigo for aprovado para publicação, por custear revisão da língua portuguesa, traduções dos títulos e resumos para os idiomas inglês e espanhol. Deverão providenciar de acordo com as orientações da REUFPI.