Índios, imigrantes e refugiados: os Warao e a proteção jurídica do estado brasileiro.

Autores

  • Carlos Alberto Marinho Cirino Doutor em Ciências Sociais/Antropologia - PUC de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.26694/rer.v3i02.11028

Resumo

O artigo busca refletir sobre a situação dos Warao, da Venezuela, na condição de índios, imigrantes e refugiados no estado de Roraima, Brasil. O trabalho é construído com base em trabalhos etnográficos que trazem registros dos elementos da cultura tradicional e das mudanças ocorridas ao longo dos anos. Traçamos o percurso migratório dos Warao, ao adentrar o território brasileiro pelo município de Pacaraima, assim, como uma discussão sobre as formas de abrigamento e as políticas públicas então criadas para minorar a situação de vulnerabilidades do grupo.  Num segundo momento, analisamos o modus vivendi dos Warao como abrigados para, depois, traçarmos um discurso sobre os dispositivos jurídicos que a garantem aos Warao, enquanto índios, imigrantes e refugiados direitos constitucionais e infraconstitucionais.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Marinho Cirino, Doutor em Ciências Sociais/Antropologia - PUC de São Paulo

Doutor em Antropologia pela Pontificia Universidade Católica de São Paulo/PUC. Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará. Professor Titular do Instituto de Antropologia da Universidade Federal de Roraima. Coordenador do Programa de Mestrado em Antropologia da UFRR. Atua na área de Etnologia Indígena e Direitos Indígenas.

Referências

BALANDIER, Georges. O Poder em cena. Brasília: Editora UNB, 1982.

CASTIGLIONI, Aurélia. Migração: abordagens teóricas. In: ARAGÓN, L. E (org.). Migração internacional na Pan-Amazônia. Belém. NAEA/UFPA, 2009.

CLIFFORD, James. Cultural Anthropology, Vol. 9, no. 3, Further Infiections: Toward Ethnographies of the Future, 1994, pp. 302-338.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 4ª Ed. 1984. 295p.

HANNERZ, Ulf. Fluxos, fronteiras, híbridos: palavras-chave da antropologia transnacional. Revista Mana, 3 (1), 1997, p 7-39.

HEINEN, H. Dieter. Los Warao. In: Fundación la Salle de Ciencia Naturales. Etnologia Contemporânea: Los aborígens de Venezuela, Monograa nº35. Vol. III, Caracas: Editora Total Venezuela. 2ª edição, 2011. pp. 966-1113.

LUGO, Diosey. Economia indígena y estratégias de reproducción em el grupo indígena warao. Cayapa: Revista Venezolana de Economia Social. Ano 7, nº 13, Enero-Junio 2007. Universidade de Los Andes (ULA) NURR-Trujillo, 56-75.

AGENCIA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA AS MIGRAÇÕES. Aspectos jurídicos da atenção aos indígenas migrantes da Venezuela para o Brasil. 2018.

SANTOS, José R. T. Diáspora dos índios Warao da Venezuela. Dissertação de Mestrado. PPGANTS. Universidade Federal de Roraima, 2019.

RODRIGUES, Lana Araújo. O fio do desencanto: Trajetória espacial e social de índios urbanos em Boa Vista (RR). Dissertação de Mestrado da Universidade Federal Fluminense, 2002.

WILBERT, Werner & LAFÉE-WILBERT, Celicilia Ayla. Los Warao. Notas sobre su situación presente y actualización bibliográfica. Fundación la Salle de Ciencia Naturales. Etnologia Contemporânea: Los aborígens de Venezuela, Monografia nº35. Vol. III, Caracas: Editora Total Venezuela. 2ª edição, 2011. pp. 1115-1157.

Downloads

Publicado

2020-12-07

Como Citar

MARINHO CIRINO, C. A. . Índios, imigrantes e refugiados: os Warao e a proteção jurídica do estado brasileiro. Revista EntreRios do Programa de Pós-Graduação em Antropologia, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 124-136, 2020. DOI: 10.26694/rer.v3i02.11028. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/entrerios/article/view/5202. Acesso em: 19 jun. 2024.