Contraception in the puerperium: nurse's practice in the Family Health Strategy

Autores

  • Letícia Maria de Sousa Falcão, Reinaldo Ferreira dos Santos, Adriana da Cunha Menezes Parente Universidade Federal do Piaui

Palavras-chave:

Período pós parto, Anticoncepção, Estratégia Saúde da Família

Resumo

DOI: https://doi.org/10.26694/2238-7234.7144-49

Objetivo: identificar os métodos contraceptivos prescritos por Enfermeiros da Estratégia Saúde da Família (ESF) durante o período puerperal. Metodologia: estudo transversal, realizado em unidades básicas de saúde de Teresina - Piauí, com enfermeiros que fazem parte das equipes de ESF destas unidades. A coleta foi realizada entre os meses de março e abril de 2017, com 59 enfermeiros. Resultados: a minipílula foi o método prescrito com maior frequência (74,6%) por estes profissionais; em ordem decrescente, o segundo mais prescrito foram os preservativos (55,9%), seguido dos injetáveis (42,4%) e outros (15,3%). O método mais citado prescrito por médicos em conjunto com os enfermeiros foram os preservativos (78,8%), seguidos por outros (77,8%), minipílula (75,0%) e injetáveis (72,0%). Conclusão: o curto intervalo entre gestações não é recomendável, pois pode desencadear a possibilidade de morbimortalidade materna e infantil. A pesquisa esclareceu as práticas adotadas na contracepção das puérperas assistidas pela ESF, porém são necessários novos estudos para avaliar a adesão aos métodos prescritos e disponíveis gratuitamente, a fim de controlar a fertilidade e saúde das puérperas.

Downloads

Publicado

2020-11-21

Como Citar

1.
Letícia Maria de Sousa Falcão, Reinaldo Ferreira dos Santos, Adriana da Cunha Menezes Parente. Contraception in the puerperium: nurse’s practice in the Family Health Strategy . Rev Enferm UFPI [Internet]. 21º de novembro de 2020 [citado 27º de maio de 2024];7(1). Disponível em: http://periodicos.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/486

Edição

Seção

Original