Demographic, clinical and therapeutic characterization of the cases of hospital-acquired non-ventilator associated pneumonia

Autores

  • Maria Eduarda Cardoso Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Rafaella Gomes Universidade Estadual de Londrina
  • Amanda Caroliny Gomilde Universidade Estadual de Londrina
  • João Victor Rodrigues Cardoso Universidade Estadual de Londrina
  • Natacha Bolorino Universidade Estadual de Londrina
  • Flávia Meneguetti Pieri Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.26694/reufpi.v11i1.1612

Palavras-chave:

Pneumonia, Infecção Hospitalar, Pneumonia Associada à Assistência à Saúde, Enfermagem

Resumo

Objetivo: Caracterizar os indivíduos adultos internados que desenvolveram Pneumonia Hospitalar Não Associada à Ventilação Mecânica, segundo variáveis demográficas, clínicas e terapêuticas. Métodos: Estudo transversal e descritivo, realizado em hospital terciário do norte do Paraná; considerando as fichas de notificação das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, com idade maior ou igual a 18 anos, internados no período de janeiro de 2017 a dezembro de 2018. Resultados: Em relação ao sexo houve similaridade, com maior prevalência em pacientes acima de 60 anos e com o tempo de permanência prolongado; as variáveis clínicas resultaram em 50,6% de pacientes com hemocultura associada à pneumonia negativa, destes, 53,6% evoluíram a óbito. Quanto às culturas de secreção traqueal, obteve-se maior índice de Acinetobacter baumanni, com a utilização do antimicrobiano piperacilina sódica + tazobactam sódico. Conclusão: Os casos de Pneumonia Hospitalar Não Associada à Ventilação Mecânica ocorreram na mesma proporção entre os sexos, com prevalência em idosos e evolução de óbito de mais da metade dos indivíduos. O perfil clínico das secreções traqueais, hemocultura de Staphylo spp, revela que o microrganismo Acinetobacter baumanni foi o mais prevalente, tendo como escolha terapêutica de antimicrobiano a classe das cefalosporinas.

Biografia do Autor

Flávia Meneguetti Pieri, Universidade Estadual de Londrina

Possui graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário Filadélfia (2001). Mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Sagrado Coração - USC (2009). Doutora em Enfermagem em Saúde Pública pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (USP) (2013) e Pós-Doutora pela mesma instituicão (2019). Atualmente é Docente do Departamento de Enfermagem do Centro de Ciências da Saúde, nível AD-C, da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Docente do Módulo de Doenças Transmissíveis na graduacão em Enfermagem. Vice-Coordenadora da Residência em Infectologia em Enfermagem. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Epidemiologia e Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: hanseníase, HIV/Aids, tuberculose, dentre outras Infeccões Sexualmente Transmissíveis (IST). Coordenadora do Grupo de Atuacão e Pesquisa em Infectologia da Universidade Estadual de Londrina (GAPI/UEL). Participa como pesquisadora colaboradora do Grupo de Estudos Operacionais em TB/Rede TB; Docente responsável pelo Núcleo de Vigilância Epidemiológico Hospitalar do Hospital Universitário de Londrina (HU-UEL). Orientadora e Vice-Coordenadora do Programa de Pós Graduacão em Enfermagem nível Mestrado, Doutorado e Residência de enfermagem em Infectologia da UEL.

Publicado

2022-08-02

Como Citar

1.
Silva MEC, Gomes R, Caroliny Gomilde A, Rodrigues Cardoso JV, Bolorino N, Meneguetti Pieri F. Demographic, clinical and therapeutic characterization of the cases of hospital-acquired non-ventilator associated pneumonia. Rev Enferm UFPI [Internet]. 2º de agosto de 2022 [citado 9º de dezembro de 2022];11(1). Disponível em: http://periodicos.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/1612

Edição

Seção

Original