O EDUCADOR GOVERNANTE E A FORMAÇÃO SOCIAL DO INDIVÍDUO EM EMÍLIO OU DA EDUCAÇÃO

Autores

Palavras-chave:

Pedagogia. Rousseau. Emílio ou Da Educação. Educador governante.

Resumo

Neste artigo analisa-se o lugar do educador no contexto da pedagogia rousseauniana e tem-se como objeto de investigação a obra Emílio ou Da Educação (1762). Os objetivos propostos são a caracterização da pedagogia natural e a caracterização do papel do educador governante no processo de formação moral e política do indivíduo. Adotou-se, como método de pesquisa, a hermenêutica aplicada aos estudos bibliográficos, que além da obra supracitada, amparou-se também em livros de comentadores do filósofo Rousseau. Como resultados da discussão, observou-se que o pensador genebrino propôs uma pedagogia inovadora para seu tempo, na medida em que revoluciona a relação entre educador e educando e entre educação e sociedade, vínculos estes que são evidenciados em nossas análises. Inaugurador da chamada pedagogia natural, o filósofo alvitra uma reaproximação entre a educação e a condição natural de liberdade do educando e a formação moral e política para vida na sociedade democrática, mediada pelo educador governante.

Biografia do Autor

JULIANA DA SILVA LOPES KALOCZI, Universidade Federal de Lavras

Mestranda em Educação pela Universidade Federal de Lavras - UFLA.

CARLOS BETLINSKI, Universidade Federal de Lavras.

Doutor em Educação pela Pontificia Universidade Católica/SP. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Lavras.

Referências

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. São Paulo: UNESP, 1999.

DALBOSCO, C. A. Primeira infância e educação natural em Rousseau: as necessidades da criança. Educação, v. 30, n. 2, 23. p. 313-336, ago, 2007.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Considerações sobre o governo da Polônia e sua reforma projetada. Tradução: Luiz Roberto Salinas Fortes, São Paulo: Editora Brasiliense, 1982.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. (Os Pensadores) 5 ª. ed., São Paulo: Nova Cultural, 1999.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Economia (moral e política). In: DIDEROT, D.; D'ALEMBERT, J. R. Verbetes políticos da Enciclopédia. Tradução: Maria das Graças de Souza. São Paulo: Discurso, Unesp, p. 83-127, 2006.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Emílio ou Da educação. Trad. Sérgio Milliet. 3.ª edição. Rio de Janeiro, DIFEL, Difusão Editorial S. A. 1979.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. O Contrato Social. Editorial Presença. Tradução: Mário Franco de Sousa. Oeiras, Portugal. 2010.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Rousseau e as Relações Internacionais; prefácio: Gelson Fonseca Jr. - São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 2003.

Downloads

Publicado

2022-08-28

Como Citar

DA SILVA LOPES KALOCZI, J. ., & BETLINSKI, C. (2022). O EDUCADOR GOVERNANTE E A FORMAÇÃO SOCIAL DO INDIVÍDUO EM EMÍLIO OU DA EDUCAÇÃO. Linguagens, Educação E Sociedade, 25(49). Recuperado de http://periodicos.ufpi.br/index.php/lingedusoc/article/view/2774